O que ouvir no Lollapalooza 2016 (além dos headliners)

Por Maria Cláudia Barbaresco
O Lollapalooza 2016 está chegando. E dessa vez com um line up um tanto diferente dos anos anteriores. O rock – principalmente o alternativo, marca do festival – abre mais espaço para a música eletrônica e o rap nas atrações principais (Snoop Dogg e Eminem são duas das principais atrações) e pro rock mais acelerado nos palcos secundários (Matanza e Bad Religion marcam presença). Mas, por mais que o rock alternativo tenha perdido um pouco do seu protagonismo (a diva indie Florence Welch se apresenta no domingo, 13), a cena alternativa continua forte. O principal objetivo do Lollapalooza é promover artistas menores, em início de carreira ou pouco conhecidos do público; artistas que dificilmente conseguiriam público para um show aqui no Brasil, o que faz do festival um ótimo lugar para conhecer bandas e artistas novos. Aqui vai uma lista de atrações (além dos headliners) que fazem valer o ingresso:

Die Antwoord:

A banda sul-africana que surgiu em 2007 vem ao Brasil pela primeira vez com uma mistura de eletrônica e hip hop e uma pegada artística que se nota em seus clipes e também em suas apresentações no exterior; suas músicas são vibrantes e é difícil ficar parado enquanto ouve.

Halsey:

A cantora de indie pop, símbolo da nova geração de americanos, que se drogam com maconha legal e foram criados com Nirvana, se apresenta também no sábado. A melodia de suas músicas não é nada que não se tenha visto em outras cantoras pop, mas vale a pena prestar atenção nas suas letras e na sua personalidade.

Vintage Trouble:

A banda californiana de R&B volta às raízes do rock (como o próprio nome insinua). Sua música lembra diretamente os Rolling Stones, Chuck Berry e o blues dos anos 40 e 50. Seu último álbum, lançado em 2015, “1 Hopeful Rd.” merece ser ouvido do início ao fim. Ponto positivo: Vale o clique na apresentação deles no Glastonbury ano passado (com direito a cantor no meio da galera):

Twenty One Pilots:

Já que estamos falando de vocalistas carismáticos, Tyler Joseph é famoso por suas apresentações irreverentes (nas quais costuma se pendurar nas armações dos palcos) e carisma com o público. A banda já é famosa nos Estados Unidos, mas também estará em sua primeira passagem pelo Brasil e toca seu hip rock no domingo, dia 13.


Quanto às apresentações brasileiras, Emicida e Karol Conka marcam presença quanto à música popular brasileira contemporânea . Sem Planet Hemp, Racionais e Raimundos dessa vez, a participação BR fica encarregada de revelar os novos talentos de todas as partes do país, especialmente na cena do rock alternativo. Do Rio Grande do Sul com o Dingo Bells às bandas que participaram da última edição do programa Superstar, Versalle, de Rondônia, e a Supercombo, de São Paulo.

Chama a atenção também a banda sergipana de blues-rock que lembra The Doors formada em 2004, The Baggios.


No geral, o formato do Lollapalooza tem se alterado ao longo das últimas edições. O festival, que começou itinerante até se alojar em Chicago, em 2005, sempre foi conhecido por dar espaço à cena alternativa. Isso geralmente significava apresentações de indie rock. Há muitas críticas à nova pegada, ao maior espaço que outros gêneros ganharam ao longo dos anos e às atrações escolhidas para o público que fez o festival o que ele é hoje. Contudo, esse não é um problema do festival, mas sim um sinal de que a cena alternativa mudou. O rock não cria mais grandes nomes. Não significa que não há rock bom sendo produzido, só significa que os futuros headliners estão ainda nos palcos secundários. É papel dos frequentadores fazer com que eles ascendam. Tá aí as novas bandas brasileiras que não me deixam mentir. Vale mesmo prestar uma atenção especial na música sendo produzida aqui dentro. Bom festival.

O Vinew também está no Facebook, no Twitter, no YouTube e no Snapchat: vinewblog

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s